MATRIZES DO PENSAMENTO MUSEOLÓGICO DE GUSTAVO BARROSO: UMA ANÁLISE PRELIMINAR
[XVIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XVIII ENANCIB); XVIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XVIII ENANCIB)]
Gt-9 – Museu, Patrimônio e Informação - Comunicação Oral
MATRIZES DO PENSAMENTO MUSEOLÓGICO DE GUSTAVO BARROSO: UMA ANÁLISE PRELIMINAR

Resumo: O objetivo deste artigo é divulgar os resultados finais da pesquisa referente à identificação das matrizes que teriam fundamentado o pensamento museológico de Gustavo Barroso, materializado nas “Noções de Organização, Arrumação, Catalogação e Restauração”, Parte Geral do primeiro volume da “Introdução à Técnica de Museus”, publicado em 1946 como livro didático. Além deste texto – que constituiu o cerne da análise da pesquisa – a estrutura teórica corresponde ao conjunto de obras e autores que fundamentaram Barroso na elaboração do texto em questão, essencialmente, as publicações do Office International des Musées: as Revistas Mouseion (1927-1940), La Conservation des Monuments d’Art et d’Histoire (1933) e os Anais da Muséographie I e II (1935); a Série Musées (1933), da Revista Les Cahiers de la République des Lettres, des Sciences et des Arts e a Série Muséographie (1938), da Revista L’Architecture d’Aujourd’hui. A metodologia conjugou pesquisa bibliográfica e pesquisa exploratória. Esta última constituiu o cerne do trabalho na medida em que todos os autores e obras foram identificados, analisados e cotejados com o texto barroseano visando registrar possíveis ressonâncias ou compilações. Este mapeamento produziu um volume considerável de dados tornando-se necessário sua organização em quadros e gráficos para subsidiar análises quantitativas e qualitativas que fundamentaram os resultados finais.

Palavras-chave: Museologia. Museografia. Gustavo Barroso. Curso de Musel. Museu Histórico Nacional.



Como citar
Sá, I. C. Matrizes do pensamento museológico de gustavo barroso: uma análise preliminar. Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, n. XVIII ENANCIB, [????]. Disponível em: <http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/104455>. Acesso em: 18 abr. 2021.

Compartilhe




Plum X Metrics
NLP
proprietyvalue
DescriptorMATRIZES DO PENSAMENTO MUSEOLÓGICO DE GUSTAVO BARROSO: UMA ANÁLISE PRELIMINAR
Sá, Ivan Coelho de
Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, n. XVIII ENANCIB, [????]. (Gt-9 – Museu, Patrimônio e Informação - Comunicação Oral) (pt-BR) 3
Identificadorhttp://enancib.marilia.unesp.br/index.php/xviiienancib/ENANCIB/paper/view/193 (pt-BR) 3
TitleMATRIZES DO PENSAMENTO MUSEOLÓGICO DE GUSTAVO BARROSO: UMA ANÁLISE PRELIMINAR (0) 3
AuthorSá, Ivan Coelho de (pt-BR) 1
IssueEncontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, n. XVIII ENANCIB, [????]. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoEncontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (pt-BR) 1
SessãoGt-9 – Museu, Patrimônio e Informação - Comunicação Oral (pt-BR) 1
Disponibilizado2017-09-07 21:44:29 (pt-BR) 1
hasAbstractO objetivo deste artigo é divulgar os resultados finais da pesquisa referente à identificação das matrizes que teriam fundamentado o pensamento museológico de Gustavo Barroso, materializado nas “Noções de Organização, Arrumação, Catalogação e Restauração”, Parte Geral do primeiro volume da “Introdução à Técnica de Museus”, publicado em 1946 como livro didático. Além deste texto – que constituiu o cerne da análise da pesquisa – a estrutura teórica corresponde ao conjunto de obras e autores que fundamentaram Barroso na elaboração do texto em questão, essencialmente, as publicações do Office International des Musées: as Revistas Mouseion (1927-1940), La Conservation des Monuments d’Art et d’Histoire (1933) e os Anais da Muséographie I e II (1935); a Série Musées (1933), da Revista Les Cahiers de la République des Lettres, des Sciences et des Arts e a Série Muséographie (1938), da Revista L’Architecture d’Aujourd’hui. A metodologia conjugou pesquisa bibliográfica e pesquisa exploratória. Esta última constituiu o cerne do trabalho na medida em que todos os autores e obras foram identificados, analisados e cotejados com o texto barroseano visando registrar possíveis ressonâncias ou compilações. Este mapeamento produziu um volume considerável de dados tornando-se necessário sua organização em quadros e gráficos para subsidiar análises quantitativas e qualitativas que fundamentaram os resultados finais. (pt-BR) 3
hasFileStorage_repository/101894/2019/10/oai_ocs_enancib_marilia_unesp_br_paper_193#00075.pdf () 1
hasIdMATRIZES DO PENSAMENTO MUSEOLÓGICO DE GUSTAVO BARROSO: UMA ANÁLISE PRELIMINAR
Sá, Ivan Coelho de
Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, n. XVIII ENANCIB, [????]. (Gt-9 – Museu, Patrimônio e Informação - Comunicação Oral) () 3
SourceXVIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XVIII ENANCIB); XVIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XVIII ENANCIB) (pt-BR) 3
ThemaMuseologia (pt-BR) 1
ThemaMuseografia (pt-BR) 1
ThemaGustavo Barroso (pt-BR) 1
ThemaCurso de Musel (pt-BR) 1
ThemaMuseu Histórico Nacional (pt-BR) 1