Do físico ao virtual: relações interpessoais que geram redes sociais dos alunos de um curso de graduação

Do físico ao virtual: relações interpessoais que geram redes sociais dos alunos de um curso de graduação :: Brapci 2.0
[Informação & Informação; v. 20, n. 3 (2015); 05 - 38]
Artigo
Do físico ao virtual: relações interpessoais que geram redes sociais dos alunos de um curso de graduação

Resumo: Resumo: Introdução: Nos dias atuais, as redes sociais têm ocasionado uma grande participação no cotidiano das pessoas, em especial aos estudantes, tornando-se uma realidade no meio educacional. Mais do que entretenimento, as redes vem sendo ferramentas de interação valiosas para auxiliar na comunicação da informação.Objetivo: Frente a esse cenário, o objetivo geral desta pesquisa é observar a capacidade das interações interpessoais e intragrupo dos alunos de um curso de graduação (Letras Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais), de uma universidade pública (UFPB), na formação e expansão de redes sociais iniciadas por meio de contato pessoal e ampliadas para o universo virtual. Nesse sentido, visa especificamente, mapear as interações interpessoais dos alunos na formação de redes sociais e na ampliação de suas relações; descrever quais as formas de interação mais utilizadas e levantar dados básicos do perfil dos atores.Metodologia: Para conhecer melhor essa realidade desses sujeitos foi adotado, como instrumento de coleta de dados, um questionário composto por questões fechadas, direcionadas aos alunos do curso já mencionado. No total, foram listados 95 nomes de alunos no curso, no mês de maio, que podiam ser marcados pelos respondentes. A pesquisa foi aplicada durante todo o mês de junho de 2014 e computou 71 questionários respondidos. Após a coleta, os dados foram lançados e aplicou-se o software Gephi.Resultados: Os resultados mostram a tendência à formação de uma rede ampla dentro do curso, mas mais intensa entre determinados alunos formando minigrupos e a existência de atores-ponte. O artigo também demonstrou que havia uma clara passagem da relação do contato pessoa para o ambiente virtual.Conclusões: Ainda que as redes sociais podem servir cada vez mais de espaço de comunicação e interação, uma vez que o uso destas na educação está relacionado ao processo de ensino e aprendizagem, havendo avanços nas formas de interação e acesso e busca a informações entre os seus usuários. Assim, estudar os fenômenos que possam traduzir esse novo comportamento e essas novas interações é de fundamental importância, tendo em vista o processo, até certo ponto irreversível de virtualização social.

Palavras-chave: Ciência da Informação. Rede Social. Educação. Relação Interpessoal. Aluno LEA. GEPHI.



Como citar
SATUR, R. V.; RIBEIRO, B. A.; LIMA, J. S.; DIAS, G. A. Do físico ao virtual: relações interpessoais que geram redes sociais dos alunos de um curso de graduação. Informação & Informação, v. 20, n. 3, p. 5-38, 2015. DOI: 10.5433/1981-8920.2015v20n3p05 Acesso em: 19 set. 2019.

Compartilhe
propriedadevalor
DescritorDo físico ao virtual: relações interpessoais que geram redes sociais dos alunos de um curso de graduação
SATUR, Roberto Vilmar; RIBEIRO, Bruno Araújo; LIMA, Janecely Silveira de; DIAS, Guilherme Ataíde
Informação & Informação, n. 3, v. 20, p. 5-38, 2015. (Artigo) (pt-BR) 3
Identificadorhttp://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/19527 (pt-BR) 3
IdentificadorDOI: 10.5433/1981-8920.2015v20n3p05 (pt-BR) 3
TítuloDo físico ao virtual: relações interpessoais que geram redes sociais dos alunos de um curso de graduação (pt-BR) 3
AutorSATUR, Roberto Vilmar (pt-BR) 1
AutorRIBEIRO, Bruno Araújo (pt-BR) 1
AutorLIMA, Janecely Silveira de (pt-BR) 1
AutorDIAS, Guilherme Ataíde (pt-BR) 1
Link de acessohttp://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/19527/17735 (pt-BR) 3
EdiçãoInformação & Informação, n. 3, v. 20, 2015. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoInformação & Informação (pt-BR) 1
SessãoArtigo (pt-BR) 1
Disponibilizado2015-12-21 (pt-BR) 1
hasAbstractResumo: Introdução: Nos dias atuais, as redes sociais têm ocasionado uma grande participação no cotidiano das pessoas, em especial aos estudantes, tornando-se uma realidade no meio educacional. Mais do que entretenimento, as redes vem sendo ferramentas de interação valiosas para auxiliar na comunicação da informação.Objetivo: Frente a esse cenário, o objetivo geral desta pesquisa é observar a capacidade das interações interpessoais e intragrupo dos alunos de um curso de graduação (Letras Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais), de uma universidade pública (UFPB), na formação e expansão de redes sociais iniciadas por meio de contato pessoal e ampliadas para o universo virtual. Nesse sentido, visa especificamente, mapear as interações interpessoais dos alunos na formação de redes sociais e na ampliação de suas relações; descrever quais as formas de interação mais utilizadas e levantar dados básicos do perfil dos atores.Metodologia: Para conhecer melhor essa realidade desses sujeitos foi adotado, como instrumento de coleta de dados, um questionário composto por questões fechadas, direcionadas aos alunos do curso já mencionado. No total, foram listados 95 nomes de alunos no curso, no mês de maio, que podiam ser marcados pelos respondentes. A pesquisa foi aplicada durante todo o mês de junho de 2014 e computou 71 questionários respondidos. Após a coleta, os dados foram lançados e aplicou-se o software Gephi.Resultados: Os resultados mostram a tendência à formação de uma rede ampla dentro do curso, mas mais intensa entre determinados alunos formando minigrupos e a existência de atores-ponte. O artigo também demonstrou que havia uma clara passagem da relação do contato pessoa para o ambiente virtual.Conclusões: Ainda que as redes sociais podem servir cada vez mais de espaço de comunicação e interação, uma vez que o uso destas na educação está relacionado ao processo de ensino e aprendizagem, havendo avanços nas formas de interação e acesso e busca a informações entre os seus usuários. Assim, estudar os fenômenos que possam traduzir esse novo comportamento e essas novas interações é de fundamental importância, tendo em vista o processo, até certo ponto irreversível de virtualização social. (pt-BR) 3
hasFileStorage_repository/335/2018/09/oai_ojs_www_uel_br_article_19527#00020.pdf () 1
hasIdDo físico ao virtual: relações interpessoais que geram redes sociais dos alunos de um curso de graduação
SATUR, Roberto Vilmar; RIBEIRO, Bruno Araújo; LIMA, Janecely Silveira de; DIAS, Guilherme Ataíde
Informação & Informação, n. 3, v. 20, p. 5-38, 2015. (Artigo) () 3
hasPageEnd38 (pt-BR) 1
hasPageStart5 (pt-BR) 1
SourceInformação & Informação; v. 20, n. 3 (2015); 05 - 38 (pt-BR) 3
Source1981-8920 (pt-BR) 3
TemaCiência da Informação (pt-BR) 1
TemaRede Social (pt-BR) 1
TemaEducação (pt-BR) 1
TemaRelação Interpessoal (pt-BR) 1
TemaAluno LEA (pt-BR) 1
TemaGEPHI (pt-BR) 1