Coautorias internacionais do brasil em estudos métricos da informação e seus canais de comunicação

Coautorias internacionais do brasil em estudos métricos da informação e seus canais de comunicação :: Brapci 2.0
[Revista Conhecimento em Ação; Vol 3, No 2, Jul-Dez (2018); 54-69]
Relato de Pesquisa
Coautorias internacionais do brasil em estudos métricos da informação e seus canais de comunicação

Resumo: A coautoria é um indicador da atividade de colaboração científica, incrementa a produção científica e a visibilidade de um país. As questões de pesquisa que se colocam são: com quais países o Brasil estabelece mais intensamente suas coautorias em Estudos Métricos da Informação e quais são seus principais canais de comunicação? Objetiva-se  avaliar a inserção da produção científica do Brasil em âmbito mundial e os principais canais de comunicação utilizados em Estudos Métricos da Informação, no período de 2011 a 2016. Especificamente: identificar os autores mais produtivos; os artigos que mais impactaram, produzidos pelo Brasil,  em coautoria com os demais países do mundo;  analisar os periódicos mais utilizados para a disseminação desta produção; e o idioma dos artigos. Como procedimento de pesquisa, coletaram-se os artigos indexados na base de dados Scopus, no período de 2011 a 2016, com  os termos de busca nos subcampos Article, Title, Abstract e Keywords. Construíram-se tabelas relativas aos países coautores do Brasil, no tema, destacando-se os principais países coautores. Para o corte da tabela dos 29 países coautores do Brasil, considerou-se a lei de Price. Em um segundo momento, extraíram-se os periódicos que publicaram tais coautorias por meio do software Bibexcel. Gerou-se a rede de coautorias entre os países, por meio do software VOSviewer . Como resultados, destacaram-se os periódicos mais produtivos na temática, tais como PLoS ONE( E.U.A) e Scientometrics (Hungria), e os principais países coautores: E.U.A., Espanha, Portugal, Reino Unido, Argentina, Canadá e Alemanha, com maior impacto no Reino Unido e Argentina.

Palavras-chave: Estudo Métrico da Informação. Coautoria Internacional. Canal de Comunicação.



Como citar
MESCHINI, F. O.; ALVES, B. H.; OLIVEIRA, E. F. T. Coautorias internacionais do brasil em estudos métricos da informação e seus canais de comunicação. Revista Conhecimento em Ação, v. 3, n. 2, p. 54-69, 2018. Disponível em: <http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/109299>. Acesso em: 15 set. 2019.

Compartilhe
propriedadevalor
DescritorCoautorias internacionais do brasil em estudos métricos da informação e seus canais de comunicação
MESCHINI, Fabio Orsi; ALVES, Bruno Henrique; OLIVEIRA, Ely Francina Tannuri
Revista Conhecimento em Ação, n. 2, v. 3, p. 54-69, 2018. (Relato de Pesquisa) (pt-BR) 3
Identificadorhttps://revistas.ufrj.br/index.php/rca/article/view/22349 (pt-BR) 3
TítuloCoautorias internacionais do brasil em estudos métricos da informação e seus canais de comunicação (pt-BR) 3
AutorMESCHINI, Fabio Orsi (pt-BR) 1
AutorALVES, Bruno Henrique (pt-BR) 1
AutorOLIVEIRA, Ely Francina Tannuri (pt-BR) 1
Link de acessohttps://revistas.ufrj.br/index.php/rca/article/view/22349/12745 (pt-BR) 3
EdiçãoRevista Conhecimento em Ação, n. 2, v. 3, 2018. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoRevista Conhecimento em Ação (pt-BR) 1
SessãoRelato de Pesquisa (pt-BR) 1
Disponibilizado2018-12-31 (pt-BR) 1
hasAbstractA coautoria é um indicador da atividade de colaboração científica, incrementa a produção científica e a visibilidade de um país. As questões de pesquisa que se colocam são: com quais países o Brasil estabelece mais intensamente suas coautorias em Estudos Métricos da Informação e quais são seus principais canais de comunicação? Objetiva-se  avaliar a inserção da produção científica do Brasil em âmbito mundial e os principais canais de comunicação utilizados em Estudos Métricos da Informação, no período de 2011 a 2016. Especificamente: identificar os autores mais produtivos; os artigos que mais impactaram, produzidos pelo Brasil,  em coautoria com os demais países do mundo;  analisar os periódicos mais utilizados para a disseminação desta produção; e o idioma dos artigos. Como procedimento de pesquisa, coletaram-se os artigos indexados na base de dados Scopus, no período de 2011 a 2016, com  os termos de busca nos subcampos Article, Title, Abstract e Keywords. Construíram-se tabelas relativas aos países coautores do Brasil, no tema, destacando-se os principais países coautores. Para o corte da tabela dos 29 países coautores do Brasil, considerou-se a lei de Price. Em um segundo momento, extraíram-se os periódicos que publicaram tais coautorias por meio do software Bibexcel. Gerou-se a rede de coautorias entre os países, por meio do software VOSviewer . Como resultados, destacaram-se os periódicos mais produtivos na temática, tais como PLoS ONE( E.U.A) e Scientometrics (Hungria), e os principais países coautores: E.U.A., Espanha, Portugal, Reino Unido, Argentina, Canadá e Alemanha, com maior impacto no Reino Unido e Argentina. (pt-BR) 3
hasFileStorage_repository/751/2019/01/oai_www_revistas_ufrj_br_article_22349#00057.pdf () 1
hasIdCoautorias internacionais do brasil em estudos métricos da informação e seus canais de comunicação
MESCHINI, Fabio Orsi; ALVES, Bruno Henrique; OLIVEIRA, Ely Francina Tannuri
Revista Conhecimento em Ação, n. 2, v. 3, p. 54-69, 2018. (Relato de Pesquisa) () 3
hasPageEnd69 (pt-BR) 1
hasPageStart54 (pt-BR) 1
SourceRevista Conhecimento em Ação; Vol 3, No 2, Jul-Dez (2018); 54-69 (pt-BR) 3
Source2525-7935 (pt-BR) 3
TemaEstudo Métrico da Informação (pt-BR) 1
TemaCoautoria Internacional (pt-BR) 1
TemaCanal de Comunicação (pt-BR) 1