SUJEITOS E PRÁTICAS INFORMACIONAIS DE USO E COMPARTILHAMENTO DE IMAGENS: EM TEMPOS DE MÍDIAS SOCIAIS :: Brapci 2.0
[XIX ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XIX ENANCIB); XIX ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XIX ENANCIB)]
Gt-3 – Mediação, Circulação e Apropriação da Informação - Comunicação Oral
SUJEITOS E PRÁTICAS INFORMACIONAIS DE USO E COMPARTILHAMENTO DE IMAGENS: EM TEMPOS DE MÍDIAS SOCIAIS

Resumo: Um cotidiano marcado pelo intenso uso da imagem fotográfica, com uma fotografia que nasce em conexão com as mídias sociais e interligada as atividades e ações que os sujeitos exercem no interior desse ambiente. Essa é a conjuntura na qual se objetiva analisar o contexto das mídias sociais, com base em variáveis derivadas do estudo das práticas informacionais, para se chegar à identificação e compreensão de distintas formas de uso das imagens fotográficas. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, de natureza exploratória, e do tipo bibliográfica. Para auxiliar a identificar e compreender o uso das imagens foram constituídas as seguintes variáveis de análise: 1) as interações nas mídias sociais - enfatizando o que as pessoas fazem com as imagens fotográficas nas interações; 2) o contexto de uso; 3) a presença dos valores sociais de: visibilidade, reputação, popularidade e autoridade. Dentre os resultados e com base nas variáveis derivadas de estudos das práticas informacionais chegamos a identificação da imagem e seus usos em contexto. Quando se trata das imagens e a marcação social (folksonomias) se alteraram os conceitos de uso e de usuário. Na análise dos valores sociais identifica-se o uso atrelado ao consumismo. Os sujeitos – simultaneamente produtores e receptores de imagens fotográficas - usam a imagem também por curiosidade, entretenimento, ligação afetiva. Se estabeleceu um uso da imagem como um modo de expressão espontâneo, natural, e enquanto atividade construída de forma cooperativa e partilhada que estrutura a relação dos sujeitos com o mundo, porém, com um discurso impaciente e imediatista.Um cotidiano marcado pelo intenso uso da imagem fotográfica, com uma fotografia que nasce em conexão com as mídias sociais e interligada as atividades e ações que os sujeitos exercem no interior desse ambiente. Essa é a conjuntura na qual se objetiva analisar o contexto das mídias sociais, com base em variáveis derivadas do estudo das práticas informacionais, para se chegar à identificação e compreensão de distintas formas de uso das imagens fotográficas. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, de natureza exploratória, e do tipo bibliográfica. Para auxiliar a identificar e compreender o uso das imagens foram constituídas as seguintes variáveis de análise: 1) as interações nas mídias sociais - enfatizando o que as pessoas fazem com as imagens fotográficas nas interações; 2) o contexto de uso; 3) a presença dos valores sociais de: visibilidade, reputação, popularidade e autoridade. Dentre os resultados e com base nas variáveis derivadas de estudos das práticas informacionais chegamos a identificação da imagem e seus usos em contexto. Quando se trata das imagens e a marcação social (folksonomias) se alteraram os conceitos de uso e de usuário. Na análise dos valores sociais identifica-se o uso atrelado ao consumismo. Os sujeitos – simultaneamente produtores e receptores de imagens fotográficas - usam a imagem também por curiosidade, entretenimento, ligação afetiva. Se estabeleceu um uso da imagem como um modo de expressão espontâneo, natural, e enquanto atividade construída de forma cooperativa e partilhada que estrutura a relação dos sujeitos com o mundo, porém, com um discurso impaciente e imediatista.

Palavras-chave: Estudo de Usuário. Fotografia. Rede Social. Folksonomia.



Como citar
WEBER, C.; FERREIRA, S. M. S. P. Sujeitos e práticas informacionais de uso e compartilhamento de imagens: em tempos de mídias sociais. Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, n. XIX ENANCIB, 2018. Disponível em: <http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/103782>. Acesso em: 16 jun. 2019.

Compartilhe
propriedadevalor
DescritorSUJEITOS E PRÁTICAS INFORMACIONAIS DE USO E COMPARTILHAMENTO DE IMAGENS: EM TEMPOS DE MÍDIAS SOCIAIS
WEBER, Claudiane; FERREIRA, Sueli Mara Soares Pinto
Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, n. XIX ENANCIB, 2018. (Gt-3 – Mediação, Circulação e Apropriação da Informação - Comunicação Oral) (pt-BR) 3
Identificadorhttp://enancib.marilia.unesp.br/index.php/XIXENANCIB/xixenancib/paper/view/1585 (pt-BR) 3
TítuloSUJEITOS E PRÁTICAS INFORMACIONAIS DE USO E COMPARTILHAMENTO DE IMAGENS: EM TEMPOS DE MÍDIAS SOCIAIS (0) 3
AutorWEBER, Claudiane (pt-BR) 1
AutorFERREIRA, Sueli Mara Soares Pinto (pt-BR) 1
EdiçãoEncontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, n. XIX ENANCIB, 2018. (pt-BR) 2
Nome da PulicaçãoEncontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (pt-BR) 1
SessãoGt-3 – Mediação, Circulação e Apropriação da Informação - Comunicação Oral (pt-BR) 1
Disponibilizado2018-09-13 08:14:46 (pt-BR) 1
hasAbstractUm cotidiano marcado pelo intenso uso da imagem fotográfica, com uma fotografia que nasce em conexão com as mídias sociais e interligada as atividades e ações que os sujeitos exercem no interior desse ambiente. Essa é a conjuntura na qual se objetiva analisar o contexto das mídias sociais, com base em variáveis derivadas do estudo das práticas informacionais, para se chegar à identificação e compreensão de distintas formas de uso das imagens fotográficas. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, de natureza exploratória, e do tipo bibliográfica. Para auxiliar a identificar e compreender o uso das imagens foram constituídas as seguintes variáveis de análise: 1) as interações nas mídias sociais - enfatizando o que as pessoas fazem com as imagens fotográficas nas interações; 2) o contexto de uso; 3) a presença dos valores sociais de: visibilidade, reputação, popularidade e autoridade. Dentre os resultados e com base nas variáveis derivadas de estudos das práticas informacionais chegamos a identificação da imagem e seus usos em contexto. Quando se trata das imagens e a marcação social (folksonomias) se alteraram os conceitos de uso e de usuário. Na análise dos valores sociais identifica-se o uso atrelado ao consumismo. Os sujeitos – simultaneamente produtores e receptores de imagens fotográficas - usam a imagem também por curiosidade, entretenimento, ligação afetiva. Se estabeleceu um uso da imagem como um modo de expressão espontâneo, natural, e enquanto atividade construída de forma cooperativa e partilhada que estrutura a relação dos sujeitos com o mundo, porém, com um discurso impaciente e imediatista.Um cotidiano marcado pelo intenso uso da imagem fotográfica, com uma fotografia que nasce em conexão com as mídias sociais e interligada as atividades e ações que os sujeitos exercem no interior desse ambiente. Essa é a conjuntura na qual se objetiva analisar o contexto das mídias sociais, com base em variáveis derivadas do estudo das práticas informacionais, para se chegar à identificação e compreensão de distintas formas de uso das imagens fotográficas. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, de natureza exploratória, e do tipo bibliográfica. Para auxiliar a identificar e compreender o uso das imagens foram constituídas as seguintes variáveis de análise: 1) as interações nas mídias sociais - enfatizando o que as pessoas fazem com as imagens fotográficas nas interações; 2) o contexto de uso; 3) a presença dos valores sociais de: visibilidade, reputação, popularidade e autoridade. Dentre os resultados e com base nas variáveis derivadas de estudos das práticas informacionais chegamos a identificação da imagem e seus usos em contexto. Quando se trata das imagens e a marcação social (folksonomias) se alteraram os conceitos de uso e de usuário. Na análise dos valores sociais identifica-se o uso atrelado ao consumismo. Os sujeitos – simultaneamente produtores e receptores de imagens fotográficas - usam a imagem também por curiosidade, entretenimento, ligação afetiva. Se estabeleceu um uso da imagem como um modo de expressão espontâneo, natural, e enquanto atividade construída de forma cooperativa e partilhada que estrutura a relação dos sujeitos com o mundo, porém, com um discurso impaciente e imediatista. (pt-BR) 3
hasIdSUJEITOS E PRÁTICAS INFORMACIONAIS DE USO E COMPARTILHAMENTO DE IMAGENS: EM TEMPOS DE MÍDIAS SOCIAIS
WEBER, Claudiane; FERREIRA, Sueli Mara Soares Pinto
Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, n. XIX ENANCIB, 2018. (Gt-3 – Mediação, Circulação e Apropriação da Informação - Comunicação Oral) () 3
SourceXIX ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XIX ENANCIB); XIX ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (XIX ENANCIB) (pt-BR) 3
TemaEstudo de Usuário (pt-BR) 1
TemaFotografia (pt-BR) 1
TemaRede Social (pt-BR) 1
TemaFolksonomia (pt-BR) 1