A EVOLUÇÃO DA PALAVRA ESCRITA E O ACESSO ÀS NOVAS FORMAS DE CONSTRUÇÃO DE SENTIDO :: Brapci ::
Processando busca...

Páginas a&b - arquivos e bibliotecas

v. , n.4, 2015

Artigo científico
BDOI: brapci:a0000028601
DOI: empty

A EVOLUÇÃO DA PALAVRA ESCRITA E O ACESSO ÀS NOVAS FORMAS DE CONSTRUÇÃO DE SENTIDO

RASTELI, Alessandro.

Reflete sobre a evolução dos suportes de escrita e as novas formas de construção de sentido que decorrem das novas tipologias textuais digitais. Descreve também as implicações da democratização ao acesso às informações impressas e digitais nas bibliotecas brasileiras. Nas mudanças relativas à modernização do suporte material da escrita, avalia-se que a revolução da imprensa foi de fundamental importância para a difusão cultural. A metodologia utilizada para este ensaio foi a descritiva e exploratória, de cunho teórico. Historicamente, o acesso à palavra escrita sempre esteve definido pela classe dominante e poder aquisitivo, sendo a sua democratização detida em ordens diversas: econômica, religiosa, cultural, educacional. O acesso às informações não se mostrou relevante para a elite governamental, cuja nova ordem indica a necessidade de investimentos em políticas públicas para a educação e cultura, objetivando na diminuição das desigualdades sociais e das formas de dominação que foram determinadas ao longo da história da civilização.Palavras-chave: História do livro; Gêneros textuais digitais; Leitura e novas tecnologias; Leitura e biblioteca.



Como citar este artigo
RASTELI, A. A evoluçÃo da palavra escrita e o acesso às novas formas de construçÃo de sentido. Páginas a&b - arquivos e bibliotecas, n. 4, 2015.


Referências

field ## content
022 ## |a 0873-5670 |l 0873-5670
022 ## |a 2183-6671 |l 0873-5670
100 1_ |a RASTELI, Alessandro.
245 10 |a A EVOLUÇÃO DA PALAVRA ESCRITA E O ACESSO ÀS NOVAS FORMAS DE CONSTRUÇÃO DE SENTIDO |6 idioma pt-PT
300 10 |a v. , n. 4, 2015
520 3# |a Reflete sobre a evolução dos suportes de escrita e as novas formas de construção de sentido que decorrem das novas tipologias textuais digitais. Descreve também as implicações da democratização ao acesso às informações impressas e digitais nas bibliotecas brasileiras. Nas mudanças relativas à modernização do suporte material da escrita, avalia-se que a revolução da imprensa foi de fundamental importância para a difusão cultural. A metodologia utilizada para este ensaio foi a descritiva e exploratória, de cunho teórico. Historicamente, o acesso à palavra escrita sempre esteve definido pela classe dominante e poder aquisitivo, sendo a sua democratização detida em ordens diversas: econômica, religiosa, cultural, educacional. O acesso às informações não se mostrou relevante para a elite governamental, cuja nova ordem indica a necessidade de investimentos em políticas públicas para a educação e cultura, objetivando na diminuição das desigualdades sociais e das formas de dominação que foram determinadas ao longo da história da civilização.Palavras-chave: História do livro; Gêneros textuais digitais; Leitura e novas tecnologias; Leitura e biblioteca. |6 idioma pt-PT
773 0# |a Porto (Portugal) |t Páginas a&b - arquivos e bibliotecas |x 0873-5670
856 4# |u http://www.brapci.inf.br/index.php/main/download/61606/054bd3708e0b8e024c9ed40ce57eefe0
856 4# |u http://ojs.letras.up.pt/index.php/paginasaeb/article/view/1000
BRAPCI - Base de Dados em Ciência da Informação
Acervo de Publicações Brasileiras em Ciência da Informação
Universidade Federal do Paraná
Versão 3.1A beta | 2017
brapcici@gmail.com | renefgj@gmail.com




session: 6dee998502