PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO DAS POLÍTICAS DE INFORMAÇÃO NO ESTADO INFORMACIONAL :: Brapci ::
Processando busca...

Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia

v. 5, n.1, 2010

Resenha
BDOI: brapci:a0000026800
DOI: empty

PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO DAS POLÍTICAS DE INFORMAÇÃO NO ESTADO INFORMACIONAL

PINHEIRO, Marta Macedo Kerr.

Resumo
A crescente complexidade do mundo exige, mais que em outras eras, o estabelecimento de políticas de informação. Estas representam verdadeiro desafio para países, governos e organizações pela aceleração do tempo e dos fluxos de informação e de comunicação, sobretudo na mudança dos Estados de burocráticos a informacionais. Este artigo busca verificar as mudanças nos processos de construção da política de informação a partir do movimento da sociedade da informação e a conseqüente mudança no papel do Estado. Seu objetivo é compreender como a apresentação do documento de uma política de informação pode vir a afetar as formas de mediação para o uso pertinente da informação. Os conceitos de mediação, tradução e Estado informacional foram os pilares teóricos escolhidos. A definição de uma política de informação, seus campos de aplicação e a forma de compartilhamento com a população não parece clara nem adequada, necessitando que as ciências da informação atuem como mediadoras no processo de construção do documento desta política.link para o texto completo: http://inseer.ibict.br/ancib/index.php/tpbci/article/view/30/60
Palavras-chave:


Como citar este artigo
PINHEIRO, M. M. K. Processo de transformaçÃo das políticas de informaçÃo no estado informacional. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, v. 5, n. 1, 2010.


Referências

field ## content
022 ## |a 1981-0695 |l 1981-0695
100 1_ |a PINHEIRO, Marta Macedo Kerr.
245 10 |a PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO DAS POLÍTICAS DE INFORMAÇÃO NO ESTADO INFORMACIONAL |6 idioma Português
300 10 |a v. 5, n. 1, 2010
520 3# |a A crescente complexidade do mundo exige, mais que em outras eras, o estabelecimento de políticas de informação. Estas representam verdadeiro desafio para países, governos e organizações pela aceleração do tempo e dos fluxos de informação e de comunicação, sobretudo na mudança dos Estados de burocráticos a informacionais. Este artigo busca verificar as mudanças nos processos de construção da política de informação a partir do movimento da sociedade da informação e a conseqüente mudança no papel do Estado. Seu objetivo é compreender como a apresentação do documento de uma política de informação pode vir a afetar as formas de mediação para o uso pertinente da informação. Os conceitos de mediação, tradução e Estado informacional foram os pilares teóricos escolhidos. A definição de uma política de informação, seus campos de aplicação e a forma de compartilhamento com a população não parece clara nem adequada, necessitando que as ciências da informação atuem como mediadoras no processo de construção do documento desta política.link para o texto completo: http://inseer.ibict.br/ancib/index.php/tpbci/article/view/30/60 |6 idioma Português
520 3# |a |6 idioma Inglês
773 0# |a João Pessoa |t Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia |x 1981-0695
856 4# |u http://periodicos.ufpb.br/index.php/pbcib/article/view/11998
BRAPCI - Base de Dados em Ciência da Informação
Acervo de Publicações Brasileiras em Ciência da Informação
Universidade Federal do Paraná
Versão 3.1A beta | 2017
brapcici@gmail.com | renefgj@gmail.com




session: d06ca472e2