DataGramaZero

v. 10, n.2, 2009

BDOI: 2009-0000031-00004
DOI: empty

O bibliotecário clínico no Brasil: reflexões sobre uma proposta de atuação em hospitais universitários

Clinical librarian in Brazil: thoughts on new pathways for working in university hospitals

BERAQUET, Vera Silvia Marão.; CIOL, Renata.

Resumo
Os objetivos do artigo são parte integrante de projeto de pesquisa que pretende discutir a concepção e a possível inserção da biblioteconomia clínica em hospitais universitários brasileiros, identificando possibilidades de atuação do profissional bibliotecário na área da saúde, bem como a sua relação com o corpo clínico do hospital. O seu método implica em revisão de literatura em bases de dados da área da saúde e discussões do grupo de pesquisa “Informação em Saúde” da PUC-Campinas.Como resultados espera-se que permitiram o nivelamento conceitual sobre biblioteconomia clínica para os integrantes do grupo, possibilitando o início do projeto-mãe. Apontaram também a pouca bibliografia brasileira sobre o tema e, por conseqüência, a dificuldade de visualizar a atuação futura do bibliotecário clínico brasileiro. Conclusões: foi possível identificar possibilidades de uma nova e eficiente relação profissional entre bibliotecários e o corpo clínico do hospital universitário, desde que os primeiros tenham como diferencial a priorização dos serviços de apoio à tomada de decisão das equipes médicas. Essa atuação dependerá, em grande parte, das condições para aprendizado e atuação desse profissional, possibilitadas pelas instituições empregadoras e pela abertura e aceitação das equipes clínicas.
Palavras-chave: biblioteconomia clínica; hospital universitário; informação em saúde; atuação profissional; medicina baseada em evidências

Abstract
Objectives: The work focuses on new possibilities of working places for professional librarians in university hospital clinical settings. The objective was to disseminate the Research Group discussions on clinical librarianship concepts and practices from some developed countries where new relationships have been built between librarians and clinical health staff during the last decades. Method: The work has been done so far through literature review from medical and health sciences main databases and discussions within the Group. Results: preliminary results from bibliographical searches allowed researchers to reach for some level of conceptual agreement necessary in order to start the study; they also indicated the incipient Brazilian literature existing on the subject and, as a consequence, the challenge brought to anyone who tries to look ahead to the Brazilian clinical librarian’s work. Conclusions: it was possible to identify abroad conditions for developing a new and efficient professional relationship between librarians and clinical health multidisciplinary teams in hospitals as long as information professionals became aware of the complexity of information needs for decision making within clinical settings. This performance depends mostly on the librarians’ searching skills and motivation for learning, as well as the level of the health team’s receptivity.
Keywords: clinical librarianship; teaching hospital; health information; information professionals

Referências

  • BERAQUET, V.S. M. et al. Delineando as competências do profissional da informação para atuar em saúde. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIENCIA DA INFORMACAO, 6., 2005,, Florianópolis. Anais do VI ENANCIB. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2005. 8 p. 1 CD –ROM BERAQUET, V.S.M. et al.Bases para o desenvolvimento da biblioteconomia clínica em um hospital da cidade de Campinas. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIENCIA DA INFORMACAO, 7., 2006, Marília. Anais do VII ENANCIB. Marilia: UNESP 2006. 12 p. 1 CD-ROM.
  • BERAQUET, V.S.M. The development and significance of the core curriculum in archives, library and information studies. Loughborough, 1981. Doctoral thesis (Loughborough University of Technology).
  • CAÑEDO-ANDALIA, R. Del bibliotecario clínico al informacionista: de la gerencia de la información a la gestión del conocimiento. Acimed, Havana, v. 10, n. 3, May 2002.
  • CIOL, R. Políticas municipais de saúde em Americana: nível de informação para tomada de decisão. 2001. 143f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2001.
  • CRESTANA, M. F. Discurso de bibliotecárias a respeito de suas profissões na área médica. 2002. 82 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
  • CURTY, M. G. Busca de informação para desenvolvimento das atividades acadêmicas pelos médicos docentes da Universidade Estadual de Maringá. 1999. 139f. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia e Ciência da Informação) – Faculdade de Biblioteconomia, PUC – Campinas, Campinas, 1999.
  • DAVIDOFF, F.; FLORANCE, V. The informationist: a new health profession?. Annals of Internal Medicine, Philadelphia, v. 132, n. 12, p. 996-998, 2000.
  • LE COADIC, Y. F. A Ciência da Informação. Brasília: Briquet de Lemos, 1996.
  • LOPES, A. C. Interiorização de médicos requer competência, não fórmulas mágicas SESUWEB – Revista Eletrônica de Educação Superior. 2007. Disponível em: http://sesuweb.mec.gov.br/ Acesso em: 09 maio 2008.
  • MARINHO, A. Hospitais universitários: indicadores de utilização e análise de eficiência. Instituto de pesquisa Econômica Aplicada, Rio de Janeiro, Out. 2001. Disponível em: < http://www.ipea.gov.br/pub/td/td2001/td0833.pdf > Acesso em: 12 jun. 2007.
  • MARTÍNEZ-SILVEIRA, M. S. A informação científica na prática médica: estudo do comportamento do médico-residente. 2005. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Instituto de Ciência da Informação, Universidade Federal da Bahia, Bahia, 2005.
  • MOSBY, M. A., NAISAWALD, G. Clinical librarianship.(Continuing Education course text 668-81) Chicago:MLA, 1981, May:56.
  • PLUTCHAK, T. S. Informationists and librarians. Bulletin of the Medical Library Association, Chicago, v. 88, n. 4, p.391-392, oct. 2000.
  • RIGBY, E. et al. Clinical librarians: a journey through a clinical question. Health Information and Libraries Journal, Oxford, v. 19, n. 3, p.158-160, sept. 2002.
  • SARGEANT, S.J.E.; HARRISON, J. Clinical librarianship in the UK: temporary trend or permanent profession? Part I: a review of the role of the clinical librarian. Health Information and Libraries Journal, v. 21, n. 3. p. 173-181, 2004.
  • SCHACHER, Loraine F. Clinical librarianship: its value in medical care. Annals of internal medicine. v. 134, n. 8, p. 717-720, 2001.
  • SILVA, C. M. S. Biblioteconomia clínica em uma unidade hospitalar. R. Bibliotecon. Brasília, Brasília, v. 14, n. 2, p. 299-303, jul./dez. 1986.
  • SLADEK, R. M. ; PINNOCKT, C.; PHILLIPS, P. A. The informationist in Australia: a feasibility study. Health information and libraries journal, v. 21, n. 2, p. 94-101, 2004.
  • WOLF, D. G. et al. Hospital librarianship in the United States: at the crossroads. J. Med. Libr. Assoc., v. 90, n. 1, Jan 2002, p. 38-48.
  • ZUCCHI, et al. Produtividade em hospitais de ensino no estado de São Paulo. Pan American Journal of Public Health, v. 4, n. 5, p.311-316, 1998.
.3.
field ## content
022 ## |a 1517-3801 |l 1517-3801
100 1_ |a BERAQUET, Vera Silvia Marão.
245 10 |a O bibliotecário clínico no Brasil: reflexões sobre uma proposta de atuação em hospitais universitários |6 idioma pt_BR
246 10 Clinical librarian in Brazil: thoughts on new pathways for working in university hospitals |6 idioma en
300 10 |a v. 10, n. 2, 2009
520 3# |a Os objetivos do artigo são parte integrante de projeto de pesquisa que pretende discutir a concepção e a possível inserção da biblioteconomia clínica em hospitais universitários brasileiros, identificando possibilidades de atuação do profissional bibliotecário na área da saúde, bem como a sua relação com o corpo clínico do hospital. O seu método implica em revisão de literatura em bases de dados da área da saúde e discussões do grupo de pesquisa “Informação em Saúde” da PUC-Campinas.Como resultados espera-se que permitiram o nivelamento conceitual sobre biblioteconomia clínica para os integrantes do grupo, possibilitando o início do projeto-mãe. Apontaram também a pouca bibliografia brasileira sobre o tema e, por conseqüência, a dificuldade de visualizar a atuação futura do bibliotecário clínico brasileiro. Conclusões: foi possível identificar possibilidades de uma nova e eficiente relação profissional entre bibliotecários e o corpo clínico do hospital universitário, desde que os primeiros tenham como diferencial a priorização dos serviços de apoio à tomada de decisão das equipes médicas. Essa atuação dependerá, em grande parte, das condições para aprendizado e atuação desse profissional, possibilitadas pelas instituições empregadoras e pela abertura e aceitação das equipes clínicas. |6 idioma pt_BR
520 3# |a Objectives: The work focuses on new possibilities of working places for professional librarians in university hospital clinical settings. The objective was to disseminate the Research Group discussions on clinical librarianship concepts and practices from some developed countries where new relationships have been built between librarians and clinical health staff during the last decades. Method: The work has been done so far through literature review from medical and health sciences main databases and discussions within the Group. Results: preliminary results from bibliographical searches allowed researchers to reach for some level of conceptual agreement necessary in order to start the study; they also indicated the incipient Brazilian literature existing on the subject and, as a consequence, the challenge brought to anyone who tries to look ahead to the Brazilian clinical librarian’s work. Conclusions: it was possible to identify abroad conditions for developing a new and efficient professional relationship between librarians and clinical health multidisciplinary teams in hospitals as long as information professionals became aware of the complexity of information needs for decision making within clinical settings. This performance depends mostly on the librarians’ searching skills and motivation for learning, as well as the level of the health team’s receptivity. |6 idioma en
650 1_ |a teaching hospital |9 en |6 [ link ]
650 1_ |a health information |9 en |6 [ link ]
650 1_ |a information professionals |9 en |6 [ link ]
650 1_ |a biblioteconomia clínica |9 pt_BR |6 [ link ]
650 1_ |a hospital universitário |9 pt_BR |6 [ link ]
650 1_ |a informação em saúde |9 pt_BR |6 [ link ]
650 1_ |a atuação profissional |9 pt_BR |6 [ link ]
650 1_ |a medicina baseada em evidências |9 pt_BR |6 [ link ]
700 1_ |a CIOL, Renata.
773 0# |a Rio de Janeiro |t DataGramaZero |x 1517-3801
856 4# |u http://www.brapci.inf.br/index.php/main/download/7590/ba6b5a428441d059600e5299c8ca2d83
856 4# |u http://www.dgz.org.br/abr09/Art_05.htm
RDF